Artigos Staub

Uma sugestão ao Governador Tarso e à CORSAN

Este texto de nossa produção foi publicado no final de fevereiro no Jornal do Comércio, e no dia 06 de abril, o Departamento de Águas da Prefeitura de Bagé anunciou que entrou em vigor um programa de premiação para os que consumirem menos água. Viva!

Todos sabem que estamos vivendo uma grande seca na parte sul do estado e os prognósticos para os próximos meses indicam que ela continuará.  Mesmo que sejam fatos incontestáveis,sabemos que, no passado, poderiam ter sido tomadas medidas técnicas para  minorar seus efeitos e evitar a repetição dessas catástrofes da natureza. Para esta seca, não há mais nada a fazer a não ser o clássico racionamento de água. Então, vamos inovar?

Minha intenção é sugerir uma ação simples, que pode ajudar:                                                          um concurso realizado pela CORSAN que premiasse as casas que mais diminuíssem o consumo de água mensal, com o mote “Se economizar, não vai faltar”ou ¨ Se economizar, vai faltar menos ¨.

A premiação poderia ser feita da seguinte forma: as casas que mais diminuíssem  o  consumo na conta, no mês seguinte ganhariam um desconto de x% na fatura da conta. Quanto à área geográfica, ela envolveria todos os municípios que decretaram estado de calamidade pública. Essa promoção seria divulgada localmente, podendo seu lançamento ser um ato público presidido pelo governador Tarso Genro em um dos municípios afetados e, como manutenção da campanha, fazer divulgações mensais dos vencedores de cada município. O início dependeria da agilidade do governo e da CORSAN, e duraria o tempo da seca. O percentual do benefício  seria calculado e estabelecido pela CORSAN,  e de tal ordem que não prejudicasse a estrutura econômico-financeira da Companhia, muito pelo contrário.

Dada, assim, a emergência em que vivemos e a necessidade premente de tomar atitudes práticas, a intenção aqui é apresentar uma proposta.  É uma idéia simples, de rápida execução, custo baixo, mas principalmente de largo alcance social e que nunca vi ser aplicada em nenhuma região historicamente afetada pela seca,   como , por exemplo, o nordeste brasileiro.

Günther Staub

Diretor STAUB Comunicação e Marketing

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *